HUGO MANIA: O jogo que fez o videogame parar na televisão “Ao Vivo”

Hugo foi um dos jogos de vídeo game mais vendidos nos Estados Unidos e fez fãs enlouquecidos em todo o mundo. A marca Hugo é Dinamarquesa e ficou tão mundialmente famosa que foi parar em em muitos vídeo games como o Game boy , Playstation e até hoje em dia pode-se encontrá-lo no X-box, Play 2, Game Cube e joguinhos em Java para celular. Quem não se lembra de suas celebres fases como: “Se liga! É a última vida!” "Não tem chororô, este jogo acabou!". Pois bem, um pequenino duende que tenta libertar sua família das garras de uma terrível bruxa, caracterizou o vídeo game, além de jogos de guerra, tiro, futebol e corrida. Agora se nos perguntarmos por que deu tão certo este personagem tão simpático? Foi exatamente este ponto a simpátia em um game simples porém fácil e gostoso de jogar com paisagens “tranquilas”. Hugo pode ser considerado sim um jogo tosco e brega dos anos 90, porém esta é a essência de “simplicidade” que fez de Hugo uma mania mundial, a interatividade com os jogadores, suas falas, conseguiu uma aproximação real dos videomaniacos.
-->

Mas o que o Hugo teve a ver com a televisão? Respondo: Tudo.
Tanto sucesso no video game que uma produtora Dinamarquesa, eu não disse americana, chamada Interactive Television Entertainment (ITE), criou um formato especial do game para a televisão, isto mesmo. Em meados 1995 a extinta CNT/Gazeta, (que hoje se dividiu em 2 a Gazeta e a CNT) , trouxe este formato para o Brasil e o exibia sempre às 18h10 para competindo com a novela e depois de Malhação da rede Globo.


O programa se baseava desta forma: O telespectador ligava para o programa e através do telefone controlava o Hugo, passando por buracos, pedras. Hugo sempre temia a bruxa malvada do castelo. O telespectador digitava uma tecla no telefone, que seria usado basicamente como um joystick, por exemplo, o 6 vira para a direita,o 4 para a esquerda, o 2 pula!!! E Hugo obedecia, eram diferentes telas, o os diretores do programa escolhiam qual o telespectador que ligou iria jogar. Ao final do programa os jogadores que conseguiam obter o maior número de pontos ganhavam prêmios com adesivos, camisas, chaveiros da marca Hugo. Este formão fez sucesso em vários países inclusive em Portugal também fez muito sucesso com o programa a "Hora H" na RTP1. Está Interatividade através do público/emissora é um fato muito peculiar, pois hoje em dia, simplesmente não temos programas como este na era da interatividade da tv digital.

















Você se lembra das frases?
Aqui no Brasil?


"Não desanima que a vida termina!"


"Não tem chororô, este jogo acabou!"

“Se liga! É a última vida!.”


“Errei a mira, parei na China.”


“Subindo a montanha, sem fazer manha.”


“Não desanima, que a vida termina.”


“Obrigado, caí sentado!.”


“Que dia lindão pra passear de balão?”


Por Mídia Interessante

Para mais saudades clique na categoria Lembranças.

Confira o programa interativo dos anos 90 - Hugo em vários países.